23 de julho de 2008

_ _ _ _ _


Tinha o hobby de escrever sobre linhas extremamente perigosas. Dissertava longos poemas por trilhos que apitavam com insistência de quem não queria ferir, mas infelizmente não poderia parar. Suas sílabas nem ao menos gaguejavam. Permaneciam imóveis como se estivessem amarradas com cordas fortes, porém eloquentes como se não existissem panos em suas bocas.

Eloquencia sem tremer nem trema. A extensa pauta de seus cadernos era um imenso precipício, um abismo de onde empurrava suas vogais com violência. Era preciso. Elas haviam de aprender a se multiplicarem a partir do eco.

Ao término de cada linha, amarrava anzóis pontiagudos e sadomasoquistas que possuíam a maldade de pescar as hifenizações. O complemento da palavra olhava para a linha de cima com dor, mas seguia forte mesmo tendo que ser lido de forma abrupta. Seus leitores empenhavam-se em suportar a tinta vermelha que pingava sobre o papel branco, transformando em acentos graves o que antes era craseado com uma certa dúvida.

Usava os vocábulos que bem entendia. Não se importava em cansar palavras por conta de seus vícios de linguagem e gírias superficiais. Enquanto algumas eram soletradas diariamente, outras caíam vertiginosamente em desuso. Seu destino era o calabouço das páginas esquecidas do dicionário. A palavra nunca fugia do seu raciocínio e cumpria sua pena até o dia em que o autor picotava as linhas, escrevia algumas letras em espaços pontilhados e condenava vosmicê à forca.

20 comentários:

sharon disse...

clap clap clap. :*

Denisd disse...

Parabéns!

Adorei à forma que você escreve.

Flávia Stefani disse...

Gostei daqui. :)

Huanita disse...

eu ando sempre por aqui, já estou ansiosa pelo novo post... cadê?! ;)

Ana Cecília Pereira disse...

É, acho que voltarei sempre.

Bela disse...

li vc e fiquei com saudade das minhas palavras.

A Publicitária disse...

Oi, parabens pelo blog!!! Aparece no meu!! bjos

Flávia Stefani disse...

Daquelas bem chatas: "a-tu-a-li-za!"

Rogério Felício disse...

'Eloquencia sem tremer nem trema'

Perfeito... adorei seu blog, um ótimo lugar para sempre estar visitando!!!

Abraços.

Teste disse...

'Eloquencia sem tremer nem trema'

Perfeito... adorei seu blog, um ótimo lugar para sempre estar visitando!!!

Abraços.

www.imagensdapoesia.blogspot.com

Rodolfo Barreto disse...

Fui só descansar entre aspas e já estou voltando.

Blog disse...

Curti muito as fotos qe ilustram os artigos. Parabéns!

Roberto Sena
www.blogdosirmaos.com
www.sampameulugar.wordpress.com

tatiana disse...

Nossa que blog delicioso de ler! Muito legal! Já está adicionado em meus favoritos e, como um bom vinho, consumo uma dose diária que faz muito bem!

Abraço!

Ana. disse...

gostei bastante.
tanto que li o blog quase todo. hahaha
=)

Lari Bueno disse...

Como é que eu demorei tanto pra te encontrar de novo?
Enfim, sinto de novo aquele gostinho de estar em casa, que só Nonstoplace nos permite sentir!
Eu? No eterno recomeço de sempre!
Beijos!

:: Cristina Cascardo :: disse...

Quande você seriamente se tornar um mendigo, respetável, com posto fixo e tudo na Europa me avisa para que eu possa passar e deixar uns trocados e ouvir teus contos em troca. Lá tudo é uma troca hein! grande abraço

Lilian Dalledone disse...

Amei seus textos.

Fernanda Guedes disse...

Olá, não posso te responder pelo Twitter, pois não estou em sua lista de following... Na verdade você não me conhece não!! Sou maquiadora de moda e achei vc no twitter e entrei no seu blog e gostei dos seus textos!!! Mas fique a vontade para me bloquiar se quiser... Essa coisa de seguir e ser seguido é estranho mesmo! Se preferir, posso parar de seguir vc no twitter tbm.. como quiser!!!
Fê Guedes

bela disse...

já ouviu "Caravan palace"?
acho que vc vai gostar...

Bjo

BelaBela

Anônimo disse...

Perche non:)